Com divulgação de mensagens entre Moro e procuradores, liberdade de Lula pode sair hoje no Supremo

Por Guilherme Kalel

Royal Express – 11/06/2019 12h

O Supremo Tribunal Federal, deve julgar hoje, 11 de junho, mais um pedido de liberdade para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Desde 7 de abril do ano passado, após ser condenado em 2ª Instância, Lula está preso em Curitiba na sede da Polícia Federal.
A diferença do pedido de liberdade julgado hoje, com anteriores que já foram negados por outros tribunais, e até pelo STF quando da prisão do ex-presidente, é a recente
divulgação de conversas pelo Telegram, entre Sérgio Moro e procuradores da Lava Jato.

As mensagens reforçam as teorias da conspiração de apoiadores de Lula, sobre a parcialidade do hoje Ministro e na época Juiz Federal.
As acusações contra Moro, é que ele orientou o MP para conseguir condenar Lula e assim impedi-lo de disputar as eleições de 2018, onde aparecia como favorito.
Com a vitória de Bolsonaro Moro se tornou Ministro de Estado deixando a magistratura.
Para apoiadores de Lula, mais uma mostra de que o Juiz agiu por interesses políticos.
As conversas de Moro, foram divulgadas após invasões de celulares do ex-juiz e de procuradores da Lava Jato.
Elas foram publicadas no site Intercept Brasil, mantido por um grupo de pessoas que publica documentos e dados sigilosos, obtidos de maneira ilegal.

Os Ministros do Supremo, agora pressionados pelos apoiadores do ex-presidente, podem se sucumbir a vontade destes e tirar Lula da cadeia.
Se isso acontecer, seria não apenas a sepultação da Lava Jato, mas também a confirmação da impunidade e de que os diálogos trocados entre Moro e os procuradores, foram tomados por verdade.

Anúncio – Os produtos que irão mudar a sua vida

Anuncie no Royal Express